Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO XXXII




Tu és culpado
Pelos teus dissabores.
Pelas tuas frivolidades.
Tu acreditas nas tuas ilusões.
Nas tuas ambições de conquistar o mundo.
Seja o inverso do verso.
Conquistas a ti mesmo.
Revolucionas o teu próprio mundo.
A tua pobre alma
Recheada de pecados capitais.
Tu és culpado
Pelo teu egoísmo.
Pelo teu orgulho.
Pelo teu desamor...
Seja a caridade.
A humildade.
O amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário