Loading...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

NEM AMIZADE?


Corpos separados
Em pensamentos distantes

Segredos em silêncio
Distanciam as almas que amaram
No enforcamento dos sonhos ainda selvagens

Um telefone que não toca
É o prelúdio da desesperança letal...

Depois de tanto amor
Não restou sequer uma amizade
Nesta estupidez silenciosa da estrada do esquecimento?

Quero ouvir a tua linda voz
Dizendo-me que o sonho nunca acabou

Num estágio sutil da nossa dor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário