Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

ÂNSIA MELANCÓLICA


Anseios psicodélicos
Envoltos ao tempo terminal

Este corpo desusado
Desnuda a paixão irresoluta
Procriando adversos detritos nirvanas

Elocuções ébrias absortas
Empobrecem elos de irrealidade?

Este instinto vigoroso
Numa melancolia desastrosa
Perpassa os caminhos de luas escavadoras

Adoçantes dos amanheceres
Estabilizam os meus pensares loucos?

Amar-te é uma ânsia sideral...




Nenhum comentário:

Postar um comentário