Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO XXVI



Vais ao vasto mundo
Que coabita em ti mesmo.
Explora este teu universo
- espelho das tuas indagações
Mais íntimas...
Não te apequenas (fora de ti mesmo)
Neste mundo irreal
De coisas exclusivamente materiais.
De coisas insólitas
Que arrefecem o teu amor.
Seja a imagem
Da plena liberdade
Posta, intacta, em ti mesmo.
Ultrapassas todos os teus horizontes
Na elasticidade da distância
Em teu perispírito.
Esqueças a carne fugaz.
Sejas (em ti mesmo)
O teu espírito
Imortal...








Nenhum comentário:

Postar um comentário