Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO XIII



Não saias de ti
Na busca do inusitado:
O mundo é pequena euforia
Que cabe
Dentro da tua janela.
De sonhos.
De loucuras.
De tristezas.
De solidões.
E de desamores.
Não queiras o mundo frívolo
Das aparências tênues.
Sejas profundo
E preenchas o teu vazio,
Que te afunda
No teu abismo inquestionável
Em não ser (em ti mesmo)
A tua etérea verdade
Introspectiva...


Nenhum comentário:

Postar um comentário