Loading...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

JUROU MENTIRAS?


Esqueci de viver
Sonhando juras de amor

Juras do teu grande amor
Que não fossem mentiras esquálidas
Comprometendo a minha esperança satélite

Jurou mentiras frívolas
Engrandecendo a tua pátria de ilusões

E quando me amou pouco
Com as tuas reservas psicológicas sutis
Que desabavam a minha ciência desequilibrada?

O teu olhar te denunciava
Ornamentando a tua frigidez colérica

E eu te amava abismado...


Nenhum comentário:

Postar um comentário