Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO VII

Seja o futuro.
Não te desespera em ser o presente:
Crias o inusitado!
Seja o passado no futuro
Revolvendo
Os teus desenganos,
Os teus fracassos,
As tuas dúvidas,
As tuas luxúrias,
As tuas sensualidades
E as tuas volúpias.
Seja o futuro em ti mesmo;
Mais do que as frivolidades do mundo físico
Que te circunda.
Seja a loucura de examinar
O infinito da tua sóbria eternidade
Em ti mesmo.
Tu que és o espelho
Dos primórdios da espiritualidade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário