Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO XXII



Não imaginas
O que tu hás de ser.
Sejas.
Definas-te.
Nasças dentro de ti mesmo.
No teu desejo.
Na tua tristeza.
Na tua alegria.
Na tua angústia.
Na tua ânsia.
No teu amor...
Seja o universo infinito em ti mesmo.
Voas alto.
Crias o inusitado.
Inventas o teu próprio tempo.
Não te prendas ao relógio.
Nem as horas.
Nem aos minutos.
Nem aos segundos.
Não sonhas.
Seja o sonho impregnado
Em ti mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário