Loading...

terça-feira, 18 de maio de 2010

CÂNTICO XXXI



Não te aproprias de nada.
Desfaças-te dos teus prazeres frívolos.
Das tuas efêmeras ilusões.
Das tuas mesmices cotidianas.
Faças a tua escolha.
Tenhas a coragem de mudar a tua vida:
Multiplicas-te.
Amplias-te.
Na tua infinidade.
No teu silêncio sábio.
Sejas (em ti mesmo)
A tua liberdade de voar
No teu infinito.
Pois tu és eterno
Na tua eternidade
Única.
Intensa.
Inviolável.
Inquestionável...







Nenhum comentário:

Postar um comentário