Loading...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

TRAIÇÃO


Que palavra triste
Que persiste em me perseguir

Nuvens negras espessas
Sobrevoam as esperanças desnutridas
Como se fossem um espectro aterrorizado das larvas

Blindados de emoções obscuras
Interceptando os vértices das malícias obscenas

Partituras de canções turvas
Entrelaçam os pensamentos remoídos
Estilhaçando a indecência dos medos maquiavélicos

E um passado agônico me consome
Industrializando os sentimentos de culpabilidade

Nesta desesperança de acolher consolações...

Nenhum comentário:

Postar um comentário