Loading...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

MAYLUZ


Farol que me guia
Numa luz de amor fraternal

Dianteira espiritual
Que me atravessa a humildade
Em querer perpetuar a bondade das luzes

Vitral azulado de ternura
Diagnosticando os meus ideais alvos

Paisagem da mística
Aprofundando o olhar das artes
Numa dicotomia cúmplice das florações silvestres

E estas saudades insolúveis
Configuram o esplendor da tua imagem

Nesta minha vida de recordações...





Nenhum comentário:

Postar um comentário