Loading...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

AJUDA DOS CÉUS


Sei que sou pecador
Nesta justificativa do sofrer

Frágil criatura revoltada
Que sofre as lamentações dos transtornos
Que a vida pétrea impetrou numa revelação futurista:

Quem poderá me ajudar
Se o meu relógio do tempo está desequilibrado?

Os jovens evolucionistas
Com as suas invenções de sucesso
Poderão quem sabe até me emocionar substancialmente...

Mas eu sei que sou pecador
E a minha desonra foi te amar indevidamente

Os monges estão chegando
E as minhas ilusões explodem no espaço
Como um fracasso de sonhos mortificados nas escuridões

Perdi o meu tempo sonhando
E o que me restou são as sobras de um grande amor:

Nem Deus pode absorver tantas tristezas...






Nenhum comentário:

Postar um comentário