Loading...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

TUMULTO NA PRAÇA

 Venham todos
 Escutem a alma enérgica do poeta
 Saiam dos seus fornos
 E venham desprender-se de suas almas surdas

 Badalam-se os sinos
 A multidão despedaça-se eufórica
 As mulheres em devaneios
 Na praça anêmica

 Venham todos
 Aglomerem-se nas ruas e calçadas
 Saiam dos seus concretos
 E desandem nas faces das mulheres gordas

 Badalam-se os sinos
 Todos querem ver a súplica poética
 Cuidado com os cotovelos
 E não descruzem os braços desta heroína

 Venham despertar
 É chegada a hora da regeneração
 Respirem fundo do meu jeito
 E não menosprezem a altivez do lanterneiro...

(por Rafael Gafforelli)

Nenhum comentário:

Postar um comentário