Loading...

terça-feira, 29 de junho de 2010

AMOR ANTIGO

 Estranho este amor tão longe
 Dos meus olhos melancólicos e mortais,
 Como se eu fosse um monge
 Morto nos jornais...

 Mas sinto a tua presença
 Nesta inconstância da minha vida vária,
 Pois tenho a minha crença
 [na minha luminária...

 Voltarei à Copacabana
 (deslumbrado feito uma criança inocente)
 Pra te chamar de novo de Silvana,
 Como na primeira
o [noite da gente...


(Fernando Gomes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário