Loading...

terça-feira, 29 de junho de 2010

VAZIO

Sonhei ter-te estrela:
 A passarela fulmina o sucesso
 E a tua inocência foi a minha desgraça

 Formosura em pessoa
 Nestes desfrutáveis olhares ávidos
 Mas o fruto da arte cênica tu não continhas?

 Sofremos as perdas
 E a vida vil não dava jeito
 Nos alvos sonhos de anjos sem asas?

 O vazio desfigurou-nos
 - tragédia greco-romana pós-moderna
 E transpassou febril o precipício da separação

 Sonhei ter-te estrela
 E erguer-me num colar rutilante
 Mas e a vileza do fado-trágico num vazio algoz?

(por Fernando Gomes)



Nenhum comentário:

Postar um comentário