Loading...

quarta-feira, 30 de junho de 2010

O MEU QUARTO

 O meu quarto
 É minha prisão domiciliar,
 Onde eu elaboro os meus poemas.
 E fico a sonhar
 Com um mundo menos injusto...
 É onde eu questiono Sistemas
 E leio ALLAN KARDEC!

 O meu quarto
 É o abafo dos meus ais,
 E o meu NOTEBOOK sempre ligado
 Na euforia dos meus versos.
 É o sofrimento tisnado
 Na tristeza escarpada...
 Se sofrer é viver, estou vivo

 O meu quarto
 É uma cama sempre desfeita,
 E um armário com roupas entulhadas,
 E uma pequena estante
 Com uma centena de livros:
 A leitura é um passatempo
 Ao poeta ocioso...

 O meu quarto
 Sou eu assim quase morto,
 Descrevendo a história do HOMEM:
 Sou eu translúcido e louco...

(por Fernando Pellisoli)

Nenhum comentário:

Postar um comentário