Loading...

sábado, 12 de junho de 2010

SOBRE O ORGULHO


Tens estado, em tua vida,
Sobre a arrogância de seres o que não és...
Adormeces na ilusão fugaz
De te encontrar sobre todas as coisas,
Até mesmo sobre o teu Deus...
Fazes desfeito do Bem
Na tua inconstância efêmera de navegar
Nos teus frívolos conceitos
Materialistas, malévolos, maldizentes...
Tens permanecido
Na gelidez intragável do coração
- substância de uma pedra...
A mais das vezes,
Distancia-te da tua verdade
No teu rodeio de mentiras
Incalculáveis...


Nenhum comentário:

Postar um comentário