Loading...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

EU-POÉTICO

Alguns intelectuais poéticos
Querem a eliminação do eu-poético no poema

Brutos e insensíveis eruditos
Maquiavelizando a poética do emocional
Justamente quando o poeta diversifica personagens

O poeta canta a si mesmo
Porque de si mesmo brotam mil personagens!

Luto pelo purismo da poesia
Que tem o seu ponto de partida no eu-poético
Sendo a única injeção de extravasar as etéreas emoções

Se o pós-modernismo radicalizar
Eu quero voltar àqueles versos alexandrinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário