Loading...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

ÁGUA PURÍSSIMA

Escorre em minha boca sedenta
Esta água cristalina como uma cortesia dos deuses

E se alastra vertiginosamente
Em minha face espantada com tanto louvor
E meus olhos a recebem lavando estas lágrimas sangrentas

Meu corpo já envelhecendo
Também se depura alargando os poros invisíveis

Ó que água mais cristalina e benta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário