Loading...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

A BELEZA DOS VERSOS

O desenho de cada letrinha
Contornando as emoções projetadas de um coração

O cotidiano das coisas perecíveis
Contracenando com a natureza de vales verdejantes
E borboletas multicoloridas pousando nas folhas esverdeadas

Cavalos troteando nos campos
São como tratores aliciando os pastos primaveris

A chuva franzina que escorre lá do céu
E cai sobre os casebres das estradas brejeiras e apaixonadas

O desenho de cada letrinha
Formando o meu alfabeto de poetizações
Ainda que de uma poesia simplória dos poetas menores e tristes

O desenho de cada letrinha de sonhos imortais

Nenhum comentário:

Postar um comentário