Loading...

sexta-feira, 2 de julho de 2010

VERSOS MUDOS

 As flores mortas
 No jardim da minha ilusão
 E sou poeta garrido de pouca elisão
 Esta dor encarnada
 Em suplício de arranhaduras
 E a sorte do eflúvio nas minhas ataduras

 Os detalhes pequenos
 São os versos mudos e obscenos...

(por Fernando Pellisoli)


Nenhum comentário:

Postar um comentário