Loading...

domingo, 4 de julho de 2010

DISFUNÇÕES MORTÍFERAS

 E o verbo decretou o funerário
 Emudecendo a verbalização da minha astronomia

 Anormalidades celestiais congênitas
 Prevalecem em nossos espíritos inferiores
 E a vida desregrada colabora aos meios deploráveis

 Hipertrofia de animosidades latentes
 Conjugando os lençóis petrificados de indecências

 Organismos debilitados definhando
 Nos enfrentamentos cotidianos mortíferos
 Como vespas agonizantes que morrem ao som dos violinos

 Ó estas nossas disfunções mortíferas!

(por Fernando Pellisoli)

Nenhum comentário:

Postar um comentário