Loading...

domingo, 4 de julho de 2010

PERSONALISMO

 Eu tenho a convicção
 De que o presidente dos Estados Unidos
 Não pode salvar o mundo da sua eterna fruição
 Nos meus luares escondidos...

 Eu sou mais poderoso
 Escrevendo os meus versos impróprios e varridos;
 Mas o presidente é mais impiedoso
 Nos universos adquiridos...

 A ciência humana
 Precisa adentrar-se à ciência filosófica espiritista,
 Pois o poder das alturas se emana
 Do nosso grande artista...

 Não sou materialista,
 Pois sou adepto do imortal Espiritismo.
 Mas sou poeta personalista
 No meu lirismo...

 Acredito no meu sexo,
 Nesta indefinição bombástica do meu orgasmo:
 É no côncavo e no convexo
 Que eu me espasmo...

 Não acredito na moda,
 Pois é na diferença que avistamos o conteúdo:
 O modismo apenas me incomoda
 Em quase tudo...

 Eu gosto do nudismo.
 A maldade está no âmago da alma humana...
 Nada como confrontar o realismo
 Descascando uma banana...

• II

 Eu acredito no grande amor,
 Ainda que os desencontros traguem a filosofia
 Das mutações das cores e da flor:
 O resto é pura orgia...

 Não gosto de carnaval.
 Quando eu era mais jovem eu caia na folia;
 Mas eu não conhecia a luxúria infernal
 Que o rito promovia...

 Não gosto de futebol,
 Pois me lembra os jogos dos imperadores romanos...
 Eu prefiro tomar banho de sol
 Livre, sem panos...

 Gosto da minha solidão
 Que me faz refletir no destino da minha alma:
 Sou o espectro da minha escuridão
 Onde navego na calma...

 Gosto da minha imaginação,
 Pois é através dela que crio os meus poemas.
 Eu não preciso do meu coração
 Pra escrever os meus dilemas...

(por Fernando Pellisoli)

Nenhum comentário:

Postar um comentário