Loading...

domingo, 4 de julho de 2010

NUANCES DA SOLIDÃO

 Este meu deserto de emoções
 Enquadrando-me numa atmosfera amórfica

 Este silêncio fragmentando solidões
 Desativando as minhas ilusões meticulosas
 Como uma tempestade de tormentos tresloucados

 São mil facetas entrelaçadas
 Obscurecendo o meu diálogo com a vida

 Desejos insaciáveis enturvados
 Amplificam as minhas neuroses já dilatadas
 Gotejando chuvisqueiros de anestésicos inoportunos

 Variações noturnas de angústias
 Abastecendo o meu psiquismo de loucuras

 Solidões de concreto empedernidas
 Aprisionando a minha consciência esclerosada
 Ainda que me reste mil lampejos de lucidez hermética

 Emudeceram as minhas fantasias
 Numa travessa de solidões asfaltadas no tédio!

(por Fernando Pellisoli)





Nenhum comentário:

Postar um comentário