Loading...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

VOLÚPIA



Longe da política,
Sou poeta voluptuoso

Mas se eu sou afeito
Porquanto vivo a aferroar-me
Como um aficionado pela vanguarda

E afogueado,
Agadanho os afamados?

Afogueio-me nos braços da vida
Porquanto afervorado nesta vil poética
Tanto que o meu aforismo delibera e aformoseia-se:

Agadanhar-me-ei na luz
Porquanto que a adustão afogueie

O libidinoso...

(por Rafael Gafforelli)





Nenhum comentário:

Postar um comentário